Amilcar De Castro

Amilcar De Castro

31 de outubro de 2014 a 10 de março de 2015
Sala 1 / Rua Jerônimo da Veiga, 131 - Itaim Bibi - São Paulo

Abertura:

30 de outubro, quinta-feira, às 19h


Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 10h30 às 19h/ sábado das 12h às 17h

A Galeria Marília Razuk tem o prazer de apresentar a exposição individual de Amilcar de Castro (Paraisópolis, MG, 1920 – BH, MG, 2002). Com curadoria de Rodrigo de Castro, a mostra reúne uma seleção de aproximadamente 25 obras do artista mineiro, entre esculturas em aço cortén, pinturas em acrílica sobre tela e sobre papel das décadas de 70 e 80 praticamente inéditas,  e um conjunto de pinturas sobre Eucatex.


Nesses trabalhos, a acrílica era aplicada com vassoura ou trincha no lugar do tradicional pincel, em gestos contínuos e espontâneos. Nas diversas formas de incisão no espaço bidimensional, Amilcar revelou,com sua peculiar linguagem construtiva, um notável exercício de liberdade.


Da obra tridimensional, marcante na carreira de Amilcar de Castro, foram selecionadas esculturas da célebre série "Corte e Dobra", descritas pelo crítico Tadeu Chiarelli, como "formas bidimensionais anônimas e fechadas em si mesmas (o retângulo, a circunferência),transformadas por uma ação. Uma ação que rompendo a inércia da forma-matriz,projeta-a para o tridimensional, transformando-a e transformando o espaço ao redor”.


Ainda serão apresentadas esculturas da série de "Corte". Surgidas na década de 1980, esses blocos geométricos,feitos com chapas bem mais espessas e compactas, apresentam, além do corte, o gesto de deslocamento de parte da obra no espaço, permitindo várias possibilidades decomposição.