Trago

Claudio Cretti

15.08.2015 - 28.09.2016
Sala 1 / Rua Jerônimo da Veiga, 131 – Itaim Bibi – São Paulo

Abertura para convidados: 

15 de agosto, sábado, às 12h


Horário de funcionamento:

Segunda a sexta-feira, das 10h30 às 19h

Sábado, das 12h às 17h.

A Galeria Marília Razuk inaugura no dia 15 de agosto, sábado, a exposição "Trago” do artista Claudio Cretti. A mostra fica em cartaz até o dia 28 de setembro e conta com trabalhos em diferentes suportes.


Nesta exposição o artista apresenta desenhos e esculturas inéditos produzidos no decorrer do ultimo ano. Entre eles temos uma serie de desenhos aonde o artista utiliza óleo e pigmentos sob pergaminho para dar conta de formas com aparência gráfica e ao mesmo tempo orgânicas. Como se fossem resíduos impregnados sob o papel.


Apresentará também objetos tridimensionais como mastros de madeira apoiados em finas cunhas chamados de “Varões, eles mesmos!” o que domina a galeria são pequenas esculturas molengas com cachimbos, canudos, apitos, funis e piteiras na ponta. Estruturas que tentam dar um papel a objetos que deixaram de ser o que eram. Nas peças da série “Trago”, o artista liga, por meio de tubos ocos de borracha, artefatos obsoletos, relacionados ao ato de aspirar ou soprar o ar.


Boa parte desses artigos, que dão forma às esculturas, são artesanais, associados a manufaturas milenares. São peças de colecionador que Claudio Cretti reúne há mais de vinte anos. São objetos que perderam seu espaço no mundo contemporâneo se tornando obsoletos. Desse modo, tanto os desenhos como as esculturas se associam a uma ideia de resíduo. De algo que ficou para trás e procura o que fazer daí em diante assumindo um novo papel quando passa a compor esses pequenos objetos inusitados.


Sobre o artista


Dentre suas exposições individuais recentes destacam-se: l “Céu Tombado”, Paço das Artes, São Paulo como artista convidado(2004); “ Onde pedra a flora “  na Estação Pinacoteca, SP(2006) e “Luz de ouvido”, Palácio das Artes, Belo Horizonte (2008). Participou de mostras coletivas no Instituto Tomie Ohtake, MAM SP, Pinacoteca do Estado de São Paulo, entre outras. Em 2004 ,  A TV Cultura e a rede SESI-SENAC realizam um documentário sobre sua produção para a série “O mundo da Arte”. Em 2009, a convite da Galeria  Marilia Razuk , concebe e realiza a exposição coletiva “Desenhar Lugares”. No mesmo ano elabora a publicação “José Antônio da Silva” voltada para o público infantil, sobre a obra desse artista. Em 2011 realiza a curadoria da exposição “ Assim é, se lhe parece” no Paço das Artes, São Paulo.