Sergio Romagnolo

Sergio Romagnolo

07 de junho a 25 de julho de 2014
Sala 1 / Rua Jerônimo da Veiga, 131B - Itaim Bibi - São Paulo

Abertura: 

07 de junho, 12h-17h


Horário de funcionamento: 

segunda a sexta-feira, das 10h30às 19h/ sábado das 12h às 17h

Em sua primeira exposição individual na Galeria Marília Razuk, Sergio Romagnolo apresenta sua nova série composta por 8 pinturas feitas em tinta acrílica sobre tela e 4 esculturas de plástico modelado.


Sergio cria algumas relações entre suas obras plásticas e um texto de ficção que vem escrevendo desde 2004, sob o título de  “A Feiticeira e as Máquinas”,ainda inacabado.  A história gira em torno de um homem robótico e uma mulher, que vivem na Terra em um futuro próximo, no qual não existem mais seres humanos, a mulher é a última de sua espécie. A história é um pretexto para discutir conceitos ligados à arte, ao amor e à vida cotidiana.


As pinturas apresentam sobreposições de imagens do mesmo lugar visto por ângulos diferentes. Retratam cidades da Europa como Praga, Óbidos, Orvieto, Paris e Roma, como também concerto de orquestra sinfônica e carros batidos. Situações casualmente relacionadas às experiências vividas em alguma dimensão pelo homem robótico e pela mulher do texto de ficção.  As esculturas são modeladas diretamente sobre objetos prontos como motocicleta e motores.


As relações entre o texto e as obras plásticas são abertas e paralelas, de modo que um não ilustra as outras, há momentos de proximidade e distanciamento na relação entre eles. Há um capítulo no qual o homem robótico tem um sonho em que se vê como um gigante deitado numa ponte, esta imagem se relaciona com uma pintura feita por Romagnolo em 1985. Já a pintura com a sobreposição de duas imagens de dois carros batidos não tem relação direta com a história.

As obras também desenvolvem a noção de ready-made e de alegorias neo barrocas, conceitos presentes na pesquisa que Romagnolo desenvolve no Instituto de Artes da Unesp em São Paulo, onde leciona desde 2007.


Sérgio Romagnolo (São Paulo SP 1957).  Escultor, pintor, desenhista,artista intermídia e professor.  Em 1980, ingressa no curso de artes plásticas da Faap, em São Paulo. Entra em contato com a obra de Regina Silveira, Nelson Leirner e Julio Plaza. Entre 1980e 1984, é professor nas redes pública e privada de ensino. Leciona pintura na Faap entre 1985 e 1986. Nesse ano, realiza sua primeira exposição individual na Galeria Luisa Strina, em São Paulo. No início da década 1990, passa a dedicar-se à escultura. Participa da Bienal Internacional de São Paulo em 1977,1983, 1987 e 1991. Em 1999, finaliza o mestrado em artes na Escola deComunicação e Artes da Universidade de São Paulo - ECA/USP, com a dissertaçãoEsculturas: Rugas e Alegorias e, em 2002, conclui o doutorado em artes na mesma instituição, com a tese O Vazio e o Oco na Escultura. Entre 2000 e 2005, leciona na Faculdade Santa Marcelina, São Paulo e a partir de 2007, naUniversidade Estadual Paulista - Unesp.